Dengue em Gestantes

grávida protegida contra mosquito da dengue

A dengue em gestantes, uma doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, representa uma ameaça significativa à saúde pública em diversas partes do mundo, especialmente em regiões tropicais e subtropicais. No entanto, quando se trata de gestantes, os riscos associados à infecção por dengue tornam-se ainda mais graves, exigindo atenção redobrada tanto por parte das futuras mães quanto dos profissionais de saúde.

Achadinhos Meubbee

Riscos Aumentados para Gestantes e Bebês

Estudos recentes têm mostrado que gestantes infectadas pelo vírus da dengue têm um risco até quatro vezes maior de desenvolver formas graves da doença, o que pode levar a complicações sérias e até mesmo à morte. Além disso, a dengue durante a gravidez pode aumentar as chances de complicações obstétricas, como hemorragias e parto prematuro, afetando diretamente a saúde e o desenvolvimento do bebê.

 

Um dos aspectos mais alarmantes da infecção por dengue em gestantes é o potencial risco de transmissão vertical do vírus, ou seja, a possibilidade de o vírus ser transmitido da mãe para o feto. Essa transmissão pode levar a consequências devastadoras, incluindo malformações cerebrais no bebê, um risco que reforça a necessidade de prevenção e monitoramento cuidadoso durante a gestação.

 
 

Cuidados e Prevenção

Diante dos riscos elevados, a prevenção da dengue torna-se um aspecto crucial durante a gravidez. Algumas medidas preventivas incluem:

Evitar a Exposição ao Mosquito: Utilizar repelentes seguros para gestantes, vestir roupas de manga comprida e calças compridas, e instalar telas em janelas e mosquiteiros são estratégias eficazes para reduzir o contato com o mosquito transmissor.
 
Eliminar Áreas de Reprodução do Mosquito: Manter o ambiente livre de água parada, que serve como criadouro para o Aedes aegypti, é fundamental. Isso inclui verificar vasos de plantas, pneus, garrafas e qualquer outro recipiente que possa acumular água.
Monitoramento e Assistência Médica: Gestantes devem ter um acompanhamento médico regular, que permite a detecção precoce de qualquer sinal de dengue. Na presença de sintomas como febre, dores de cabeça, dores nas articulações e manchas vermelhas na pele, é crucial buscar orientação médica imediatamente.
 
Especialistas ressaltam que, mesmo na ocorrência de sintomas leves, a internação hospitalar deve ser considerada para gestantes com dengue, devido ao risco elevado de complicações. O monitoramento contínuo permite a intervenção médica oportuna, minimizando os riscos tanto para a mãe quanto para o bebê.
 

DESCUBRA:  Como escolher a madrinha do bebê?

 

Conclusão 1 para dengue em gestantes

A dengue em gestantes é um assunto que demanda máxima atenção e cuidado. Os riscos aumentados de complicações e a possibilidade de afetar gravemente a saúde do bebê tornam imperativa a adoção de medidas preventivas e o acompanhamento médico rigoroso. Com a conscientização e as ações adequadas, é possível minimizar os impactos dessa doença e proteger a saúde das mães e dos futuros bebês. A luta contra a dengue é um esforço coletivo que envolve não apenas as gestantes, mas toda a sociedade, na busca por um ambiente mais seguro e saudável para todos.

 
 

Uso Seguro de REPELENTES a base de DEET em Gestantes

O uso de repelentes contendo DEET é considerado seguro para gestantes, conforme recomendado por diversas autoridades de saúde. No entanto, é importante adotar algumas precauções para garantir tanto a eficácia quanto a segurança do produto:

DESCUBRA:  Sabrina Sato faz seu chá de bebê beneficente

Concentração do DEET: Escolha repelentes com uma concentração de DEET adequada ao tempo de exposição esperado. Produtos com concentrações mais baixas são suficientes para períodos curtos ao ar livre, enquanto concentrações mais altas são recomendadas para uma proteção mais prolongada.

Frequência de Aplicação: Siga as instruções do fabricante quanto à frequência de aplicação. O uso excessivo é desnecessário e deve ser evitado.

Aplicação na Pele: Aplique o repelente apenas em áreas expostas da pele e evite contato com os olhos, boca e mãos. Não aplique sobre cortes, feridas ou pele irritada.
 

Marcas Recomendadas

Há várias marcas de repelentes no mercado que contêm DEET e são seguras para uso por gestantes. Algumas das marcas mais conhecidas e confiáveis incluem:

Como associado da Amazon, eu recebo por compras qualificadas.​

Off!
repelente contra dengue
repelente contra dengue

link patrocinado

 
 


Repelex
repelente Repelex contra dengue
repelente Repelex contra dengue

link patrocinado

 
 

Ao escolher um repelente, é importante ler o rótulo e verificar a concentração de DEET, além de outras instruções de uso. Essas marcas oferecem diferentes formulações, incluindo sprays, loções e toalhetes, proporcionando opções para diferentes preferências e situações de uso.

 
 

Conclusão 2 para dengue em gestantes

A prevenção da dengue é uma parte essencial dos cuidados durante a gravidez, e o uso seguro de repelentes contendo DEET é uma estratégia eficaz para proteger tanto a gestante quanto o bebê contra essa doença transmitida por mosquitos. Ao escolher um repelente, as gestantes devem considerar a concentração de DEET, seguir as instruções de aplicação e escolher produtos de marcas reconhecidas pela sua qualidade e segurança. Com as precauções adequadas, é possível minimizar os riscos associados à dengue e ter uma gravidez mais tranquila e segura.
 
 

OUTROS ITENS PARA PROTEÇÃO CONTRA MOSQUITOS

 

TELA MOSQUITEIRO

tela mosquiteiro contra dengue
tela mosquiteiro contra dengue
tela mosquiteiro contra dengue janela
tela mosquiteiro contra dengue janela


link patrocinado
 
 

LUMINÁRIA MATA MOSQUITO

luminaria contra dengue
luminária contra dengue
luminaria contra dengue acessórios
luminária contra dengue acessórios
luminaria contra dengue segura
luminária contra dengue segura


link patrocinado
 
 

RAQUETE ORIGINAL MATA MOSQUITO

raquete contra dengue
raquete contra dengue
carregamento raquete contra dengue
carregamento raquete contra dengue


link patrocinado
 
 

Aproveite o nosso GUIA COMPLETO SOBRE CHÁ DE BEBÊ E BAIXE O SEU CHECKLIST. >> CLIQUE AQUI.

 
 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *